Experiência de compra: como encantar os seus clientes

Experiência de compra: como encantar os seus clientes

Mulher sorrindo e formando um coração com as mãos simbolizando uma boa experiência de compra

Quando o assunto é encantar os clientes, muitos empreendedores, sobretudo de pequenas empresas, costumam achar que é algo difícil e complicado de se fazer. No entanto, há boas práticas simples de aplicar que podem não apenas satisfazer como surpreender positivamente seu público, e proporcionar uma boa experiência de compra. 

Esse fator, na verdade, é cada vez mais importante para o sucesso e a perenidade dos negócios. Em uma pesquisa recente (disponível em inglês), 86% dos clientes afirmaram que suas experiências são tão importantes quanto o produto ou serviço que adquirem das empresas. 

Assim, mais do que uma tendência, encantar os clientes com uma excelente experiência de compra é algo prioritário para os negócios. Continue conosco e saiba mais sobre como melhorar ainda a experiência proporcionada aos seus clientes.  

6 maneiras de encantar clientes e melhorar a experiência de compra 

A experiência de compra abrange desde o primeiro contato de um lead até as diferentes etapas da sua jornada ao se tornar um cliente fiel

Assim, a busca pelo encantamento deve fazer parte da rotina de qualquer negócio e orientar decisões e ações em todos os pontos de contato e interações com o público. 

Entre as iniciativas para isso, estão: 

1. Oferecer variadas formas de pagamento 

Diversificar formas de pagamento para melhorar a experiência de compra

Do presencial ao online, as formas de pagamento estão sempre mudando. Oferecer meios diversos de pagamento é uma poderosa abordagem para trazer mais conveniência e personalização para a experiência de compra.  

À medida que as alternativas mais antigas começam a declinar em uso, como aconteceu com o cheque, por exemplo, é preciso se atualizar, acompanhando as preferências de seu público. Uma tendência atual nesse sentido é o uso do PIX.  

Além disso, trabalhar com várias formas de pagamento ajudará a manter um ciclo regular em seu fluxo de caixa

2. Tornar sua oferta clara e precisa  

  • Quem é a sua marca? 
  • Para quem é o seu produto ou serviço? 
  • Como sua empresa difere de outras que fazem o que você faz? 

Ser claro nessas três perguntas é uma boa maneira de mostrar aos seus clientes o que esperar de seu negócio. Isso ajudará na construção de confiança — um elemento fundamental na experiência de compra. 

Após compreender esses aspectos, será possível criar ofertas mais alinhadas com o seu propósito e o perfil de seu cliente em potencial. 

Nessa hora, será crucial, também, descrever detalhadamente as informações sobre os produtos/serviços, assim como disponibilizar imagens de qualidade, para facilitar a compreensão e a tomada de decisão de compra.  

Para fazer isso, reflita sobre questões como:   

  • Linguagem casual ou formal: como devo me dirigir aos meus clientes? 
  • Quem é meu cliente típico? 
  • Por que ele precisa deste serviço ou produto? 
  • O que ele espera da compra? 
  • Onde e como ele vai usá-lo? 

Avaliar pontos como esses ajudará a criar uma descrição mais clara e que proporcione uma experiência de compra assertiva ao seu cliente.  

3. Apostar em conteúdos visuais 

Somos seres fundamentalmente visuais. Dados indicam que o cérebro humano processa informações visuais 60.000 vezes mais rápido do que conteúdo textual.  

Assim, para facilitar a assimilação das informações e promover uma experiência de compra mais simples e fluída, apostar em recursos visuais é uma boa alternativa. 

Isso inclui o uso de vídeos, GIFs, infográficos, fotos, ilustrações, entre outros formatos. Esses recursos ajudam a demonstrar os benefícios e as formas de uso do produto, dar dicas ao cliente, entre outras coisas que facilitem a experiência e a interação com sua empresa e produto/serviço. 

4. Facilitar ao máximo a experiência do cliente 

Sempre que um cliente interage com a sua empresa, esse deve ser um processo fácil e que não esteja associado a transtornos e dificuldades. 

Mesmo pequenos inconvenientes – como não conseguir navegar rapidamente em seu site ou ser transferido entre vários colaboradores na hora de sanar uma dúvida – podem causar uma má experiência de compra. 

Portanto, faça um mapeamento constante para identificar oportunidades de simplificar e aperfeiçoar esses pontos de contato com o seu cliente. 

5. Adicionar um toque humano 

Toque humano na experiência de compra

Hoje, muitas pessoas já realizam boa parte de sua jornada de compra online, fazendo pesquisa em buscadores e nas redes sociais, procurando avaliações de outros clientes, etc. 

Assim, quando chegam a um estabelecimento, elas já têm mais bem definido o que querem, qual é o preço médio do produto, entre outros pontos. 

A princípio, pode parecer que isso deixa pouco espaço para você e sua equipe fornecerem uma experiência de valor agregado. O ponto de partida, no entanto, está justamente na criação dessa conexão, que não é feita e personalizada somente por meio do uso de tecnologia. 

Entre as iniciativas para isso, estão:  

  • Treinar as habilidades socioemocionais da sua equipe; 
  • Sempre chamar o cliente pelo nome; 
  • Utilizar um CRM (Customer Relationship Management ou, em português, Gestão de Relacionamento com o Cliente) para promover um atendimento mais personalizado; 
  • Fornecer cortesias e diferenciais que o consumidor não encontrará na compra online, como cafezinho, amostras, participação em algum evento, atendimento consultivo, etc. 

6. Fazer pós-venda 

A experiência de compra não se encerra no caixa. É no período de pós-venda que começam os novos tipos de nutrição e relacionamento com os clientes. 

É possível, entre outras coisas, programar uma série de e-mails pós-compra, solicitar feedback ou acompanhar o sucesso do cliente com um telefonema, por exemplo. 

Fornecer conteúdo relevante também é uma maneira de criar uma experiência mais completa e encantadora ao longo do relacionamento com seus clientes, facilitando e impulsionando suas taxas de retenção e satisfação. 

Em relação às formas de encantar o cliente e melhorar a experiência de compra que foram vistas até aqui, é importante destacar que muitas delas dependem do envolvimento de dois setores que devem trabalhar sempre alinhados: marketing e vendas. 

Para entender melhor como promover esse trabalho conjunto, confira nosso conteúdo com quatro estratégias para integrar esses dois setores


Also published on Medium.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *







Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.