Confira oportunidades promissoras para lucrar neste Natal

Imagem: Freepik

Datas comemorativas são sempre boas oportunidades para quem deseja melhorar o orçamento. O Natal está quase chegando e, com ele, a chance de garantir uma renda extra ou aumentar o seu fluxo de caixa neste fim de ano.

Por isso, preparamos uma lista com setores promissores para o período e dicas para incrementar os serviços e driblar a concorrência.

Vale lembrar que criatividade, planejamento e organização são fundamentais para o sucesso. É muito importante estar atento aos custos, se preparando para atender ao público, garantir o estoque, gerir o investimento, pensar na margem de lucro e capacitar os funcionários. É preciso planejamento para que os resultados sejam positivos.

Outro detalhe importante é realizar a divulgação do trabalho com alguma antecedência. Isso pode ser feito de maneira dinâmica e econômica por meio das mídias sociais.

Confira nossa lista:

– Alimentação: Se você tem talento ou trabalha nesse setor, que tal oferecer alimentos prontos para a ceia de Natal? Muitas famílias querem celebrar com todos reunidos em torno da mesa, mas falta tempo para preparar refeições mais elaboradas. Padarias também podem ofertar produtos diferenciados, inovando nos recheios dos famosos panetones (que podem, por exemplo, ser salgados) e chocotones (trufados). E dá para ir muito além, vendendo rabanadas e biscoitos decorados com motivos natalinos. Esses últimos são muito tradicionais em alguns países, mas ainda há espaço para explorá-los por aqui. Quem não tem condições de produzir algo muito elaborado, pode investir nas cestas de café da manhã, recheadas de produtos já prontos, e usar a criatividade para deixar tudo bonito e atrativo.

– Decoração: Se você tem o dom do artesanato, que tal investir em ornamentos típicos para adornar árvores e ambientes de modo geral? E dá para ir além do básico, fazendo porta-copos, sousplat, porta-guardanapos, jogos americanos, velas aromáticas e outros itens personalizados para deixar a mesa da ceia linda!

– Comércio: todos os tipos de produtos são demandados nesse período, para presente, deixando o comércio mais aquecido. Mas com criatividade, dá para ir além do óbvio, deixando o estoque bem variado, ou investindo em segmentação para atender a um público mais específico, que não encontra o presente que deseja em qualquer lugar. Não se esqueça de usar a criatividade para decorar sua vitrine e sua loja para atrair o cliente!

– Turismo: Nessa época do ano, muitas pessoas viajam para passar o período com a família em outra cidade e há os que optam por fazer turismo e emendar com o início do ano seguinte. Planeje-se para ter uma equipe à disposição nessas datas e muito bem treinada para atender às demandas com muita simpatia. Uma dica para atrair os clientes é disponibilizar as tradicionais ceias e cafés da manhã que remetam à data. Agregue valor com pequenas atitudes, como um quarto bem arrumado com um bilhete personalizado para a data, um lanchinho que remeta ao período, de cortesia, uma foto da família como brinde, um atendimento cortês e um agradecimento após a estadia.

Planeje-se para aumentar suas vendas no Natal

Freepik

Mais uma data comemorativa se aproxima e, com ela, novas chances para aquecer as vendas e a economia.

O Natal – período do ano mais aguardado pelo comércio – é comemorado no dia 25 de dezembro, mas as demandas já se intensificam no início do mês.

Se você, como todo mundo que trabalha com vendas, quer melhorar sua arrecadação neste Natal, saiba que não basta abrir as portas do estabelecimento. Para lucrar mais, é preciso usar a criatividade para driblar a concorrência e atrair mais clientes para o seu negócio.

E a hora é agora! Os especialistas garantem: períodos sazonais são melhor aproveitados se houver planejamento. Então, que tal conferir nossas dicas para se planejar e vender mais neste Natal?

1)    Estoque planejado: Quando um cliente procura por um produto e descobre que está em falta, a sensação é negativa, podendo ocasionar frustração e um não retorno em outras ocasiões. Pesquise os itens mais requisitados do momento na sua área de atuação e planeje seu estoque.

2)      Atendimento rápido e eficiente: Em períodos em que os estabelecimentos costumam estar mais cheios, redobre a atenção para não deixar os clientes esperando demais. A demora pode fazer com que eles desistam do produto ou serviço e procurem pelo concorrente. Planeje-se quanto à necessidade de pessoal para atender às demandas intensificadas do período. A contratação de mão de obra temporária pode ser uma opção.

3)      Boas condições de pagamento: A facilidade de pagamento é um incentivo à venda do produto. Qualquer empecilho pode se tornar motivo de desistência durante a compra do produto ou contratação do serviço. É importante aceitar diferentes bandeiras de cartões e estudar formas de possibilitar parcelamentos e descontos à vista, por exemplo.

4)      Layout interno propício: É ideal que os produtos estejam expostos de maneira que facilite a visualização para o cliente. Desta forma, ele poderá avaliar melhor a utilidade da mercadoria e se interessar por mais de um item. Além disso, é fundamental haver espaço para que ele circule livremente na loja – espaços muito apertados tendem a afastar as pessoas. Arrume seu ambiente, enfeite e decore para a ocasião! Coloque nos espaços mais visíveis aquilo que você mais deseja vender e retire caixas, pilhas de mercadorias ou qualquer outra coisa que esteja atrapalhando a circulação.

5)      Qualidade: Não se esqueça, coloque a boa qualidade em tudo o que vende ou faz. Essa postura é fundamental para a fidelização do seu cliente e para a boa e indispensável propaganda boca a boca.

Se você precisa se aprofundar mais nesta temática de vendas, saiba que o Sebrae ES tem uma programação repleta de cursos, palestras e oficinas sobre isso.

Algumas opções são gratuitas e outras com valores subsidiados. Confira algumas delas: Estratégias para ampliar minhas Vendas, Gestão Estratégica de Vendas Na Medida e Como Elaborar um Plano de Vendas.

Já leu nosso último post “5 dicas para atrair e fidelizar clientes na gastronomia”? Confira aqui