Quer começar a empreender? Confira 7 passos

Quer começar a empreender? Confira 7 passos

Mulher em escritório fazendo sinal de positivo para começar a empreender

Para muitos, começar a empreender parece algo complicado e, por isso, abrir o próprio negócio acaba ficando apenas na esfera dos sonhos não realizados.

No entanto, tornar-se dono de sua própria empresa, na prática, não precisa ser algo tão difícil assim, a ponto de inviabilizar a concretização desse objetivo de vida.

A jornada empreendedora tem seus desafios, isso é inegável. Porém, se você estiver disposto a trabalhar com dedicação e não desistir diante dos obstáculos, saiba que começar a empreender e ter sucesso em sua iniciativa é mais simples do que você imagina.

Se você já tem a coragem e a persistência necessárias, agora só falta saber por onde iniciar, não é mesmo? Siga conosco para conhecer dicas importantes de como dar os primeiros passos e começar a empreender.

7 etapas importantes para começar a empreender

O segredo de um negócio de sucesso é ter bastante planejamento. Afinal, começar a empreender sem se organizar primeiro é como tentar navegar por um mar desconhecido estando vendado.

Por isso, para elevar as suas chances de obter os melhores resultados com essa empreitada, considere os passos a seguir.

1. Escolha o tipo de empresa

Uma das primeiras decisões é, também, uma das mais importantes antes de começar a empreender. Nesse momento, será necessário definir o tipo de empresa que você deseja abrir.

Se o seu objetivo é ter um negócio presencial, alguns fatores precisam ser levados em consideração, como o espaço disponível, aluguel, investimentos com infraestrutura, etc.

Já os negócios online contam com algumas facilidades, como o fato de não precisarem de um espaço físico para atendimento ao público.

Sendo assim, essa modalidade pode ser a melhor opção para quem deseja entrar no mundo do empreendedorismo com um investimento inicial mais baixo. Afinal, não será necessário ter alguns gastos comuns ao negócio com atendimento presencial e você terá mais flexibilidade para escolher um local de operação com custo-benefício mais atrativo.

2. Faça uma pesquisa de mercado

Mulher em cafeteria avaliando pesquisa de mercado para começar a empreender

Um dos aspectos mais importantes antes de começar a empreender é entender como funciona o mercado para a sua área de interesse. Portanto, fazer uma pesquisa de mercado é essencial.

Por meio dela, é possível coletar dados para saber se o seu produto vai satisfazer a necessidade dos clientes e se realmente existe uma demanda para o que você deseja oferecer.

Mas como fazer esse levantamento de dados? Antes de tudo, analise o que os seus concorrentes estão fazendo, preste atenção na estratégia de marketing de empresas já estabelecidas no seu ramo, busque informações online sobre pessoas bem-sucedidas no seu segmento e tente entender como elas chegaram lá.

3. Crie um plano de negócios

Como mencionado, tudo deve começar com um bom planejamento. O plano de negócios é a ferramenta que o empreendedor usará para saber se o seu negócio é mesmo viável.

Ao elaborá-lo, você descobre quais são os pontos fortes da sua empresa e quais aspectos precisam ser aprimorados para se destacar da concorrência e conquistar clientes.

Além disso, é no plano de negócios que você define os aspectos práticos do seu empreendimento, como investimento inicial, fornecedores, produtos ou serviços oferecidos, análise de mercado e muito mais.

4. Capacite-se

Estudar é de suma importância para começar a empreender. A capacitação é uma ferramenta poderosa para reduzir riscos e potencializar as suas chances de acerto no mercado.

Além disso, se é sua primeira experiência, fazer um curso de gestão empresarial para iniciantes ajudará a prepará-lo(a) para a realidade prática de estar à frente de um novo negócio.

5. Formalize-se

Mulher em loja de roupas com braços cruzados e sorrindo para a câmera

Depois de toda essa preparação, é chegado o momento de formalizar o seu empreendimento e criar um CNPJ. Assim, você garante respaldo legal e poderá emitir notas fiscais para os seus clientes.

Existem diferentes tipos de registro, incluindo Microempreendedor individual (MEI), Microempresa e Empresa de Pequeno Porte (EPP). Você pode buscar o auxílio de um contador ou do Sebrae para definir a modalidade e o regime tributário ideais para o seu negócio.

6. Elabore uma estratégia de marketing

Uma boa estratégia de marketing faz a diferença para conquistar sucesso no mercado. Hoje em dia, com a popularidade das redes sociais, está mais fácil do que nunca alcançar novos clientes.

Por isso, pense em estratégias, parcerias e na identidade da sua marca logo de início. E não se esqueça de adotar ações no ambiente digital, afinal, cada vez mais, é lá que o seu público estará pesquisando e fazendo compras.

7. Organize suas finanças

Considere nesta etapa inicial todos os gastos que a sua empresa deverá ter, seja com locação, móveis, com insumos ou qualquer outro gasto específico para o seu nicho.

Coloque na ponta do lápis tudo o que você terá de investir e em quanto tempo espera recuperar o valor gasto. Também lembre-se de ter um fundo de emergência para os primeiros meses, que podem ser naturalmente desafiadores e demandar mais de seu caixa.

Como visto, começar a empreender fica mais fácil e menos arriscado com planejamento. Ainda, será necessário estudar muito, tanto sobre a área de atuação quanto sobre gestão, finanças, marketing, entre outros temas. Isso fará com que seu negócio seja mais profissional.

Para mais dicas que vão te ajudar nesse processo, confira tudo que é necessário para se livrar da gestão amadora e começar a empreender no caminho certo.


E para se capacitar, conte sempre com o Sebrae. Acesse o site e faça os nossos cursos online.


Publicado também no Medium.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *







Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.