Aprenda sobre fluxo de caixa e melhore a saúde financeira da sua empresa

http://br.freepik.com/

Todos os dias, é preciso “fechar o caixa”. Mas apesar de corriqueira, essa atividade é extremamente importante para a saúde financeira das empresas.

O fluxo de caixa é um instrumento básico de planejamento financeiro, que está no alicerce da organização financeira de um negócio. Seu objetivo é apurar e projetar o saldo disponível, para que haja sempre capital de giro para aplicação ou gastos necessários.

Elaborar o fluxo de caixa permite, portanto, que o empresário tenha uma ideia de como estará a situação financeira da empresa nos próximos dias, semanas ou mês.

A ferramenta possibilita, ainda, o controle das atividades do ciclo operacional da empresa. Isto é, das atividades de compra e venda de mercadorias e serviços em curto prazo e os seus respectivos pagamentos e recebimentos.

Realizado em forma de planilha, em um relatório de fluxo de caixa devem estar registrados todos os recebimentos (vendas à vista e recebimento de duplicatas, entre outros) e todos os pagamentos (compras à vista, pagamentos de duplicatas, pagamento de despesas e outros pagamentos) previstos para o dia, a semana e até para o mês, caso sejam parcelados.

O resultado do fluxo de caixa é o saldo disponível (no caixa ou conta bancária) apurado pela diferença entre o total do valor dos recebimentos e pagamentos efetivamente realizados em uma determinada data ou período.

Confira o passo a passo para elaborar um bom fluxo de caixa:

Passo 1. Faça o registro diário de entradas e saídas. Lance no “contas a pagar” e “contas a receber” os compromissos já assumidos e valores a receber, já conhecidos ou facilmente estimados.

Passo 2. Projete os pagamentos e recebimentos futuros. Estime despesas ainda não lançadas no “contas a pagar”, como: impostos, folha de pagamento, contas de água e luz.

Passo 3. Analise o saldo diariamente e em períodos futuros. Em situação deficitária, ou seja, negativa, tome decisão sobre necessidade de capital de giro. Em situação superavitária, positiva, pense em como investir e aplicar o recurso.

Mas atenção: o saldo de caixa não indica, necessariamente, que a empresa esteja tendo lucro ou prejuízo. O saldo final deve ser confirmado a cada dia.


Já leu nosso último post “Encante seus clientes com uma boa vitrine”? Confira aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *